Viagens de dentro para fora

Viaja comigo em Portugal

Depois de ter feito a minha viagem à troca por ecovilas, comunidades e quintas em 2016, perguntaram-me o que tinha aprendido que se pudesse aplicar à vida do dia a dia. Na altura não soube bem responder. Deixar essas vivências amadurecer nestes últimos anos ensinou-me que estar nesses espaços me pôs mais em contacto comigo mesma, com a natureza e com a nossa relação com a terra e a comida. Desde essa altura que tenho vindo a pensar como trazer de volta essa conexão e transmiti-la aos outros, num contexto de viagem mais curta e local. 

Estas escapadelas de três dias surgem como essa solução. Quero mostrar o que se faz por cá nesse sentido e conjugá-lo com a maravilha que são as nossas tradições culturais e gastronómicas. Quero apoiar e mostrar projetos que participam na regeneração dos solos e florestas, na proteção da vida selvagem e na recuperação das zonas rurais e naturais, usando o turismo de forma responsável e como uma ferramenta de educação, não só de divertimento.

Resumindo, estas serão micro viagens por Portugal que mostram o que se anda a fazer por cá em termos de

1) Conservação da natureza

2) Regeneração dos solos, produção agrícola, meios de vida alternativos

3) Turismo de natureza e turismo rural sustentáveis, ambiental  e socialmente

4) Manutenção/ regeneração/ promoção de saberes e sabores locais

Estes quatro aspectos podem estar todos presentes, ou ser apenas um deles o tema único em cada uma das saídas/viagens e estarão associados também com o objectivo de promover o bem estar físico e mental dos participantes. Viajamos cá dentro, de Portugal, com o mesmo espírito das minhas viagens lá fora. E viajamos por dentro, de nós, conhecendo e interagindo responsavelmente com o fora que nos rodeia. São viagens de dentro para fora.

Viagens

Biovilla e Moinhos de Palmela

15 – 17 Outubro. Um lugar que me é muito querido, porque por dois meses foi casa, trabalho e inspiração. Depois de voltar dessa viagem em 2016, quis continuar a aprendizagem em Portugal e foi na Biovilla que o fiz. Vamos conhecer o projecto, caminhar, fazer yoga e visitar um moinho muito especial.

Património e Conservação no Vale do Côa

24 – 26 de Setembro. Uma Aldeia Histórica, um alojamento de sonho, um património arqueológico único e uma reserva natural inspiradora. Esta “Viagem de dentro para fora” leva-nos até Castelo Rodrigo e ao Vale do Côa, dois lugares que já se tornaram ponto de passagem anual obrigatório nas minhas andanças por Portugal.

Quando fiz voluntariado na Reserva da Faia Brava fiquei muito inspirada com o enorme trabalho de conservação e recuperação de espaços para a natureza que fazem. Soube no momento que queria “espalhar a palavra” e divulgar o lugar e os seus projectos. Depois disso, ao visitar os sítios arqueológicos do Vale Do Côa, deixei-me encantar ainda mais por esta região, tão rica em história e património cultural e natural.


Perguntas Frequentes:

  • Como é o alojamento?

O alojamento depende das comunidades/unidades de turismo rural onde fiquemos em cada viagem. Em princípio e porque estes são locais pequenos, será sempre em regime de quarto partilhado. Poderá haver a possibilidade de ficar em single, mediante pagamento de um extra, se houver quartos disponíveis. As condições de cada alojamento variam consoante o mesmo, mas serão sempre explicitadas no programa respectivo.

No contexto actual de pandemia  de COVID-19 serão sempre escolhidos alojamentos que cumpram com as normas da DGS e OMS, nomeadamente no afastamento das camas em 2 metros, higienização dos quartos e casas de banho e medidas de afastamento e higienização dos espaços comuns.

  • Como são as refeições?

A composição das refeições variará também consoante os locais onde ficarmos e os que visitarmos. No entanto, é certo que várias serão vegetarianas devido às preocupações ambientais e escolhas pessoais características destas comunidades. Considerando também o objectivo destas viagens, serão privilegiados restaurantes e pessoas que promovam o uso de ingredientes locais, produzidos com respeito pela natureza e recorrendo à gastronomia regional. 

  • As actividades são fisicamente exigentes?

Não. Todas as actividades estão pensadas para ser acessíveis a qualquer pessoa. Não são técnicas nem exigem grande preparação física. Basta apenas que goste de caminhar e actividades ao livre. As aulas de yoga, quando presentes, estão adaptadas a todos os níveis, mesmo a quem nunca practicou. 

  • Como me posso deslocar até aos lugares?

O transporte até aos alojamentos e entre actividades não está incluído na viagem. No entanto, terei sempre disponível, por um custo extra, um carro ou carrinha, dependendo das necessidades, para facilitar a chegada desde as estações de comboio ou autocarro mais perto e as deslocações entre actividades para quem não tenha veículo próprio.

3 thoughts on “Viagens de dentro para fora

  1. Fazer esta “viagem de dentro para fora” pelo património e conservação no vale do Côa, foi uma experiência mágica. Verdade que o tempo e a estação ajudaram e muito: a primavera estava explosiva e os dias lindos, sem incomodarem com o calor que se pode fazer sentir nesta zona do país.
    Mas à parte isso, o acompanhamento, as escolhas e opções da Filipa foram a garantia de perfeição para estes dias, tornando magníficos a estadia num local tão especial, as refeições em recantos idílicos e com opções deliciosas e, por último, as experiências proporcionadas pelas visitas aos arredores e muito em particular ao Parque Arqueológico do Côa e à Reserva da Faia Brava. 6 estrelas.
    Impossível pedir mais para uma primeira escapadinha a esta reclusão que o confinamento nos trouxe e nos fazia ansiar pelo exterior.
    Obrigada Filipa e até uma próxima!

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s